22 fevereiro 2012

Temos tudo o que precisamos. Ganhamos tudo para nós. Precisamos de sonhos e paranóia espalhada de um lado da rua. Não nos dobramos perante isso. Estou cansada, sinto o peso. Fazemos asneiras. Muitas aliás. Sento-me e mantenho perto de mim uma luz que flui por um buraco...em mim. Puxam-me para baixo. Voltam a puxar. Insistem. Estou atingida mas consigo sentir a coragem. Somos almas apagadas, solitárias, porque não há segredo nem pó mágico que ensine como viver. A corda deve ser cortada. As visões acabam. Digo "lamento pelo que aconteceu, tenho pena" mas sinto que a inspiração é pouca entretanto. Não há nada que garanta que é fácil. Não é. Olho para ti. Consigo ver o medo, as memórias, o afecto que talvez não te deram, consigo ver-te a ti, a queimares os sentimentos, porque estás magoado e frágil. De alguma maneira, isso foi capaz de te libertar a alma, mas alguma coisa se foi. Eu não vejo sentido nisto, nada está claro, mas sei que, ninguém me está a castigar. Há uma parte que não desiste. Susurras "tu sonhas?" segurando-me firme. Peturbada. Quando caí, tudo o que me ensinaste foi a perceber, perceber o amor que tinha e tenho por ti. Não tenho como ceder, mesmo juntando toda a fidelidade como alimento. Digo-lhes o que vi. Diz-lhes o que viste. Tão cegos. Enganaram-nos. A vida enganou-nos aos dois. Quando somos capazes de explodir, alguém tem que pagar. Não entendo o preço que pagas. Tu dizes que não pagas. Concerta-o. Concerta-me. O que está marcado não desaparece mais, por isso eu não me importo. Não estou a cair. Permaneci no buraco...e queimei a minha sombra para te encontrar. Desligo a luz quase ausente e, suavemente, ouço uma voz serena, que se dirige a mim e me pergunta: "sentes falta de alguém?" ao qual, com uma lágrima no canto olho, respondi: "não consigo sentir outra coisa...senão falta...de alguém".

8 comentários:

mai disse...

Obrigada, <3

sophie disse...

adorei :)

inês disse...

então estás como eu! :(
obrigada pelo teu comentário.

Helena disse...

Muito bom, adorei.

Inês Sérvio disse...

que lindo, lindo, lindo. chorei

inês disse...

Isto está tão bombardeamento de ideias que tens aí dentro de ti... Aliviaste, de certeza

mary disse...

oh adoro Ivone!:)

Abigail Lea disse...

adoro adoro adoro! :O
E ainda bem que gostas te do que publiquei. fico muito feliz por isso *-*