08 novembro 2010

O meu medo tinha razão de ser. Não tive boas notícias, como tanto esperava ter.
Têem-me falado de problemas alheios, um bocado parecidos com os meus e sinceramente, não me apetece escutar as histórias dos outros, não consigo dar saída a tantos comentários de pessoas que podem mudar, mudar decisões. Como o poderia fazer se nem aos meus problemas dou saída? Como poderia fazer isso se tenho a minha vida um caos?
Não me tentem dar definições de amor que leva a desespero, não me falem de perdoar porque, a fase de perdoar já se foi, o amor ainda cá está mas, em desespero, em aperto! Dói tanto ver e não tocar, dói tanto ser ignorada. Eu agora percebo, defino agora como 8 longos meses! Sabes o que me entristece mais? Não é facto de teres sido o maior filho da puta, não é o facto de teres sido falso, mas sim o facto de eu te ter perdoado mesmo sabendo que podia voltar tudo a acontecer, de novo! A culpa é minha.
Uma das coisas que eu admiro são as oportunidades. costumam dizer que “ à terceira é de vez ”. Eu, dou duas. A primeira e a última. Perdoem-me povo lindo e seus ditados, mas essas duas valem por três. Mas, eu sei que vai haver uma terceira vez, pelo menos no teu ponto de vista, porque sei que vais sentir a minha falta, desesperadamente. Vais querer voltar para os meus braços porque, vais sentir falta de carinho, de atenção e isso ninguém te pode oferecer mais que eu, porque sempre te dei tudo, sempre me entreguei e no entanto era a única que TE percebia, a única que te aguentava, a única que te amava. Acabas-te? Tudo bem! Já pressentia, já imaginava.
Já chorei tudo o que tinha a chorar, já expulsei todos os teus traços que ainda pertenciam no meu corpo, o teu toque, o teu cheiro entranhado na minha roupa, tudo!
Bato com o pé e digo “ que sejas muito feliz “ e digo-o de corpo e alma porque uma pessoa que passa tanto tempo a enganar outra, raramente tem amor próprio, tanto não tem como não o consegue transmitir aos outros. No fundo até tenho pena de ti e sabes porquê? Porque o arrependimento dói, dói muito e vais acabar por perceber isso – tenho a certeza!
Estou sempre a tempo de recomeçar. Se vai ser difícil? Oh se vai.
Os meus olhos secaram.

7 comentários:

Anónimo disse...

Eles dizem que tens de ser forte e seguir em frente. Eles dizem que ele não merecem. Eles dizem sempre o mesmo. Eles dizem-no a todas as pessoas. Mas tu ... diz o que sentes a quem percebe. Não a 'eles'. O amor dói. O amor faz sofrer. O amor faz continuar. Boa Sorte! Conta comigo!

- Flávia Canastra!

eterna sonhadora disse...

adorei o texto ivone :}

patrícia. disse...

adoro!

husnema disse...

está lindo e agora e necessária muita força :)

MJ. disse...

Obrigadaa ! Vou ver se consigo então fazer isso... Eu experimentei, há uns tempos, fazer isso, mas como não deu resultado, desisti... Vou experimentar assim que puder! :D

inês limaa. disse...

é óptimo mesmo :) óh, obrigada ivone querida *

Bárbara disse...

amei! :o