03 setembro 2012

Dói não puder estar no mesmo espaço que tu. Na mesma cama. Juntos. Dói não puder abraçar-te, dizer-te boa noite e bom dia ao ouvido. Dói não puder ver-te a dormir.... Dói sentir-me sozinha e perdida. Cada dia que passa morro mais um bocadinho. Só te posso ter em sonhos, em memórias e na alma. Na alma estarás sempre. E nas Lágrimas frias... como aquelas que derramava no teu ombro por medo de te perder...  Lembras-te? Eu sei que sim. Boa noite. Amo-te. Mesmo que não to possa dizer. 

5 comentários:

han disse...

que ele, mesmo não ouvindo, o sinta

cláudiagomes. disse...

queria seguir-te...

Esther disse...

é merdoso... há algo que te vai prender durante muito tempo...a esse vazio. o ser humano deve ter o poder de acreditar sempre. acreditar em algo melhor, algo que se prolongue...que dure mais do que para sempre.
o complicado é manter isso...o amor não deveria ser complicado de se manter, é tão bonito. mas é tudo sempre tão complicado. e vai haver dias em que vais pensar que mesmo que com ele fosse complicado, ao menos tinhas aquela companhia que só ele te podia dar daquela forma e que ao fim do dia..talvez tudo estivesse resolvido.
as relações já não são fáceis. já não somos crianças. já sabemos sentir. e às vezes por pensar demais..sentimos demais.
boa sorte Ivone. ocupa esse vazio com distracções, mesmo que todos os dias te pareça que não é suficiente. vais crescer tanto, ainda mais. life goes on

Mafalda disse...

se dói...

cláudiagomes. disse...

não tens barra nem link para o fazer :s