06 dezembro 2011

Tudo o que nos move é uma vontade enorme de tentar fazer, de tentar demonstrar e explicar. Nunca é suficiente e com certeza, nunca será demais. O incrível ser que todos nós somos vem sempre acompanhado de dúvidas. Dúvidas essas que nos levam à angústia, preocupação e obstinação. O mundo faz-me pensar que sou e estou solitátia, de mente. Por vezes, dou por mim a pensar que não devo cá pertencer, que devia sair daqui, por tempo indeterminado, porque certamente me iria fazer bem à alma. Mas (há sempre um mas), por muito pouca que seja a esperança, ela existe, e faz-me crer que se eu fosse, se saísse daqui, algumas pessoas iriam sentir imensa saudade minha, tal como eu iria sentir delas. Porém, nada me tira daqui, nem nada me tira a esperança que tenho. Nem ninguém me tira as magníficas pessoas que tenho a meu lado. Sim.. por vezes é angustiante, mas como já disse, o ser humano é incrível.

3 comentários:

inês disse...

Alguns..

s. disse...

gostei muito!

Rosa disse...

Gostas de Pessoa? Lê sobre as temáticas dele, acho que te ias identificar. Pelo menos com a dor de pensar.
btw, gostei do texto :)