22 janeiro 2011


- Posso-te fazer uma pergunta?
- Pergunta o que quiseres.
- Se tu hoje queres estar comigo, o que interessa o resto? O que importa o que vais sentir depois? Estás e pronto.
- Não é bem assim, tu sabes. Eu gosto de ti mas tenho que partir. Tenho que sair de ti por um tempo, prometo que é por pouco tempo.
- Tu vais voltar. Tu amas-me, queres-me. Não é?
- Amo-te, mas deixo o que amo livre. Eu vou voltar mas não hoje, não agora. Esperas por mim?
- Como sempre meu amor. Abraça-me.

9 comentários:

Flávia Canastra disse...

se for amor .. ele volta .
não percas a esperança:')

Sara Almeida disse...

lindoooo! adorei ivone :)

Catarina disse...

lindo! amei*

luisinha disse...

OHHHHH! vovoni. derreti-me.

raio de sol disse...

o-h m-e-u d-e-u-s, que conversa mais linda

joana disse...

eu ainda estou a espera de o ver. gostei mesmo muito,que mimo* estou a seguir

Sofia Duarte disse...

Simplesmente lindo (:

Maria disse...

amores livres, gosto tanto deles!

rc. disse...

oh que lindo!