07 janeiro 2011

Estava mortinha por sentir o teu batimento cardíaco, planear o que íamos fazer ao fim-de-semana, sentir as saudades em bom termo, os arrepios na espinha, as dores de estômago, os beijos quentes nas manhãs geladas do nosso Inverno, os abraços lindos e carregados de preocupação, o cheiro, os braços, os lábios…novamente, estava. Estou, por tempo indeterminado.
Desesperadamente, fazes de mim pássaro e, voo sobre mim mesma. Sobre as minhas razões, sobre o meu peito, o meu jeito. Nunca tive receio de o fazer porque sempre achei que era perfeitamente seguro, perfeitamente confiável. Não. Ou até sim. Era e é. Continua a ser.
Este longo trajecto… até me custa explicar. Começando na tua linda e confusa cabeça, passando pelo (meu e óbvio) coração e, acabando terrivelmente aos teus pés. Nunca gostei de finais assim. Sempre acreditei no “ tudo ficará bem “ mas, não…não!
Óptimo. Memorável, diga-se de passagem. Ainda não o posso dizer com toda a convicção que desejo - é certo - mas, cá vai: não me importo. Não, não me importo. Consegui combater a perda por longos meses, tentando terminá-la todos os santos dias. Mas, meu amor, eu guardo-te. Por tudo.
É como se eu nunca tivesse existido, existindo.

12 comentários:

BrunoAlves disse...

Está lindo ovelhinha *-*
Lembra-te, nao é uma historia infeliz, porque foste feliz enquanto existiu!*

Marisa disse...

apaixonei-me por este blog, juro! (:

Anónimo disse...

Está lindo, lindo, lindo Ivone !

Bárbara Cuntim

ana costa disse...

oh, obrigada, mas não está nada demais $:

Patrícia Costa disse...

és linda no que escreves! e tu.. já nem se fala disso **

Phláv(i)a disse...

Nunca deixes de acreditar em finais felizes :)
Por mais má que a situação seja .. nunca é má para sempre : )

Micaela Ferrão disse...

minha princesa adorei mesmo!

identifiquei-me mesmo com este texto <3

Ana Mourão disse...

Está lindo Ivone. Gostei mesmo :)

Micaela Ferrão disse...

minha princesa adorei mesmo!

identifiquei-me mesmo com este texto <3

rita disse...

está muito bonito :)

Sara Almeida disse...

sem palavras ivone!

inês limaa. disse...

que lindo :o tens tanto jeito para isto!