22 novembro 2010

Lá vou eu falar de pensamento positivo. É tão simples como: repara nas fases mais complexas da tua vida, como é que estava a tua vibração? Quando te sentias zangado/a com a vida, o que é que acontecia? Mais desafios, mais situações difíceis, mais surpresas desagradáveis; quando te sentes em paz, até parece que os outros são mais simpáticos e disponíveis para ti. É verdade! Quando decidimos que “agora vou deixar as coisas seguirem o seu rumo”, para além de nos tirar um peso enorme dos ombros, o que é facto, começam mesmo a fluir. Tudo se resolve.
Naquele momento de aperto financeiro; naquele momento em que parecia que todos estavam doentes ou com dificuldades; naquele momento em que nos partiram o coração, eis que uma qualquer situação surge e a questão resolve-se. Chama-se a isto confiança em nós mesmos!
O que importa é a tua opinião pessoal e mais do que a tua opinião, importa a tua paz de espírito.

9 comentários:

Phláv(i)a disse...

uma palavra : verdadeiro!
não é preciso mais!

inês disse...

É verdade, termos confiança nos nossos actos e acima de tudo pensar positivo faz-nos ver que nem tudo era como nos parecia e apercebe-mo-nos que onde existe um lado mau da coisa, tem que existir um sempre bom! É o ing e o yang da vida (...) não posso dizer que estas tuas palavras, aquilo que mencionaste é realmente a chave para o problema mas sim ajuda-nos a cairmos na realidade. Sim, porque manter os pés no chão nem sempre é para uma realidade dura e traiçoeira. Temos que aprender a ver o que de bom nos é dado *

rita disse...

está lindo, amor meu.

Catarina disse...

sem tirar nem por . realidade , nua e crua !

Bárbara disse...

Muito bem mesmo Ivone ,D

Catarina disse...

obrigada . e ainda bem que entendes .

Sara Almeida disse...

l-i-n-d-o!

Mariana disse...

adorei

Joana Santos disse...

AMO!